Home / Curiosidades / A Diferença Entre Pato, Marreco, Cisne, Ganso e Galo

A Diferença Entre Pato, Marreco, Cisne, Ganso e Galo

Essas aves têm um grau de parentesco bem próximo e a capacidade de flutuar sobre a água e habilidade para nadar como aspecto em comum, apesar de gansos preferirem ficar em terra firme. As tais só se diferenciam nos gêneros e em suas respectivas espécies, sendo os patos os mais numerosos dentro do quarteto e os marrecos tão parecidos com eles que há biólogos que os consideram como sendo espécies de patos, apesar de no bico desses dois tipos de aves haver uma diferença anatômica no bico desses. Cisnes têm o pescoço alongado e o porte majestoso como marca registrada.

Pato
Pato

Patos – ele é o mais popular do bando e um hábil nadador, havendo patos que são capazes de mergulhar até 17 metros de profundidade.

Marrecos – apesar de bem parecido com o pato, é no bico que está a principal diferença entre eles. O dos patos costuma ter uma protuberância perto das narinas, enquanto que o dos marrecos é bem liso.

Cisnes – são as maiores aves do quarteto, contam com beleza e docilidade, tendo o pescoço longo como característica física mais marcante. Eles nadam com uma elegância inigualável, sendo usados na ornamentação de lagos artificiais por conta disso. Eles têm ainda fama de voar bem em seu ambiente natural, desenhando uma formação em “V” no céu quando migram em bandos.

Gansos – esses patrulheiros histéricos são capazes de viver 50 anos quando em cativeiro e gostam de andar em bandos. Eles são criados não apenas para ornamentação, mas também como animais de guarda, já que soltam ruídos estridentes quando percebem a chegada de estranhos e as vezes avançam.

Galos – O instinto básico dos machos galináceos é exercer e manter controle sobre um determinado território, o que inclui não apenas um espaço físico povoado, como nesse caso, o galinheiro. O animal possui ainda todo um repertório de características especiais para impor sua autoridade, como inflar o peito, a crista com coloração mais intensa e claro, o canto – emitido com vigor para que dessa maneira possa assustar qualquer desafiante. Por ser uma ave de hábitos diurnos, mantém a tradição de dormir cedo, logo no raiar da noite e acordar bem cedo, logo no raiar do dia – algo que também faríamos caso não tivéssemos noção de tempo e tecnologia para nos manter distraídos. Seu canso certa para ele avisar ao galinheiro que continua vivo e no comando, nos conta Herbert Ribeiro dos Santos, veterinário. Por esse motivo é mais difícil encontrar galinheiro com mais de um galo, a não ser que haja um número excessivo de galinhas, por apenas um macho seria capaz de sobreviver à disputa pela liderança.

Assim como acontece em outras espécies, o instinto básico dos machos galináceos é exercer e manter controle sobre um determinado território, o que inclui não apenas um espaço físico povoado, como nesse caso, o galinheiro. O animal possui ainda todo um repertório de características especiais para impor sua autoridade, como inflar o peito, a crista com coloração mais intensa e claro, o canto – emitido com vigor para que dessa maneira possa assustar qualquer desafiante. Por ser uma ave de hábitos diurnos, mantém a tradição de dormir cedo, logo no raiar da noite e acordar bem cedo, logo no raiar do dia – algo que também faríamos caso não tivéssemos noção de tempo e tecnologia para nos manter distraídos. Seu canso certa para ele avisar ao galinheiro que continua vivo e no comando, nos conta Herbert Ribeiro dos Santos, veterinário. Por esse motivo é mais difícil encontrar galinheiro com mais de um galo, a não ser que haja um número excessivo de galinhas, por apenas um macho seria capaz de sobreviver à disputa pela liderança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *