Home / Informações / Capivara Tamanho, Peso, Altura E Ficha Técnica

Capivara Tamanho, Peso, Altura E Ficha Técnica

Quem se depara de longe com uma capivara pode a confundir com um cachorro de porte um tanto grande, mas é só se aproximar mais para ver a sua semelhanças com os animais tão conhecidos quanto elas, os porquinhos da índia e os preás, isto porque são pertencentes a mesma família de roedores.

O que pode gerar certa confusão para quem nunca viu a capivara antes, é o seu tamanho destoante destes outros animais. Mas quando se toma conhecimento, o entendimento fica fácil, se trata do maior roedor do mundo.

Família Caviidae E Suas Características

Apesar de tanta distinção de porte até mesmo com os roedores da mesma família, também possuem muitas características em comum. Entre elas está digamos a principal, estarem classificadas como roedores.

Os roedores apresenta o hábito instintivo de roer para gastar seus quatro dentes incisivos, dois presentes no maxilar superior e dois no inferior, que nunca param de crescer, desta forma, estabilizam seu tamanho para que não prejudique a sua qualidade de vida e o seu bem estar. O que pode acontecer caso não roam, neste caso, os dentes das capivaras tendem a crescer para a frente e até dobrar como forma de adaptação. Imagina só como seria viver com estes dentes. Outra característica em comum destes animais pertencentes a mesma família, são suas pernas traseiras serem maiores que as dianteiras, como se fossem saltadores, o que não é o caso.

Curiosamente suas pernas traseiras e dianteiras têm quantidades de dedos diferentes, enquanto as primeiras têm três, as segundas, têm quatro. Seria engraçado pensar que é uma forma de equilibrar a falta de tamanho de uma em relação a outra, o que, claro, é só uma brincadeira e não faz sentido algum.

É só olhar estes animais por trás para perceber que não tem rabo ou cauda, isto porque têm a característica de ser totalmente atrofiada. Quanto as suas fisionomias não tão visíveis, também não têm clavícula, o que em nós seria o que os mais velhos chamam de saboneteira. Outra característica em comum que as tornam mais fofas, são suas orelhas redondas e pequenas, seus olhos redondos e seus focinhos alongados.

O Característico Maior Roedor

Agora quanto as características da capivara que as diferenciam tanto, estão o seu peso médio de cinquenta quilos, o seu comprimento de até um metro e a sua altura de até sessenta centímetros. Há registros de capivaras que passaram o um metro de comprimento. E quanto ao peso também há registros curiosos, como no caso de uma capivara habitante do estado de São Paulo que chegou a pesar mais de noventa quilos e uma outra do Uruguai, que chegou aos mais de setenta quilos.

São animais de difícil distinção entre os sexos por não possuírem dimorfismo sexual (diferença padrão na aparência de acordo com o seu sexo). O que dificulta tal identificação, são suas genitálias que são super parecidas também. Mas algumas hipóteses talvez leve a um acerto, como a de que as fêmeas são maiores que os machos.

Características da Capivara
Características da Capivara

Quando se reproduzem, seus filhotes nascem bem desenvolvidos, com cerca de um quilo e meio, com seus pelos grossos característicos e seus dentes formados. A cor de seus pelos se diversificam entre tons de marrom, podendo ser claros quase em um tom de bege ou escuros quase chegando a um tom de vermelho, lembrando a cor da terra.

Fisiologia Curiosa

Por reprodução podem chegar a reproduzir oito filhotes, o que tornariam suas seis mamas um tanto concorridas, mas geralmente o número padrão é de quatro filhotes.

Curiosamente, convivem em bandos de variados números de indivíduos, dez, trinta ou até cem. Nestes grupos, há um macho alfa progenitor que geralmente é o mais velho entre eles. Este papel pode ser trocado de cerca de três em três anos.

Ainda sobre as curiosidades das capivaras, tanto o macho quanto a fêmea possuem glândulas nasais que liberam um cheiro próprio de cada indivíduo, facilitando assim a sua identificação entre eles. No caso do macho progenitor, certamente estas glândulas são maiores comparadas as outras, isto porque são compatíveis com a quantidade de testosterona do indivíduo, o que, claro, seria maior no caso do macho mais velho.

Por serem grupos bem definidos hierarquicamente, dificilmente há competições entre os machos pelo papel de progenitor, o que é comum em diferentes espécies de animais, mas esta situação pode vir a acontecer, o que leva a disputas com liberação de cheiros de suas glândulas nasais. Apesar do tamanho aumentar conforme a presença de testosterona no indivíduo, ainda assim não são visíveis a olho nu, assim temos noção do quanto a identificação do sexo da capivara é tão difícil entre nós humanos, o que claramente é uma tarefa fácil na convivência entre eles.

Quando o macho finalmente se torna progenitor, não é um pai presente, já a mãe sim, podendo ter a capacidade de vocalização com os filhotes para se comunicar com os mesmos, como forma de os proteger de predadores, por exemplo. Estes acasalamentos geralmente acabam por acontecer no mesmo ambiente que passam boa parte do seu hábito diurno, na água. Uma vez que são animais semiaquáticos que habitam rios e lagos. Estas águas também acabam por ser uma forma de se protegerem de predadores. Fora as águas, habitam pântanos e são tranquilamente adaptáveis a diferente ambientes, até mesmo os degradados pelo homem, como canaviais e pastagens, motivo pelo qual chegam a serem consideradas pragas por alguns, porque amam se alimentar de plantações como herbívoras que são, para a infelicidade de alguns plantadores.

Comportamento E Convivência Da Capivara

Quando adultas, compatível ao seu porte, seus predadores são animais grandes, como espécies de onças e jacarés, já os filhotes podem ser vítimas de animais menores como espécies de cobras e aves de rapina. Por outro lado, têm uma boa relação com pássaros, sendo reciprocamente útil, algumas espécies se alimentam de animais parasitas das capivaras, como os carrapatos, algumas outras espécies as usam como poleiros e até aproveitam suas caminhadas em que se espantam os insetos que se tornam alimentos fáceis para eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *