Home / Informações / Doença De Chagas Transmissão E Tratamento

Doença De Chagas Transmissão E Tratamento

A doença de chagas é uma doença notoriamente americana, ou seja, presente excepcionalmente no continente americano, principalmente América do Sul onde inclui-se o Brasil e também na América Central onde temos o México. É uma enfermidade causada pelo inseto conhecido por barbeiro, ou melhor, por um parasita de nome difícil (T. cruzi) em que o barbeiro atua como um tipo de hospedeiro responsável por transmiti-lo as nós, seres humanos.

E por falar em transmissão a doença de chagas é sim transmissível, desta maneira é possível contrair a doença ao ser exposto a seu agente causador.

Bom agora que já adiantamos um pouco do assunto central deste texto vamos a algumas explanações para que você conheça melhor a doença de chagas, saiba como prevenir e ademais.

Ciclo da Doença De Chagas
Ciclo da Doença De Chagas

A Doença De Chagas, O Barbeiro E Outras Informações

A doença de chagas como comentamos é transmitida a nós prioritariamente pelo barbeiro. Inseto comumente visto em países da América Central e América do Sul. Em casos raros pode evoluir para o óbito, todavia pode trazer sequelas graves para o seu portador.

A referida doença apresenta duas fases, a doença de chagas aguda, também mencionada pelas abreviações DCA, que é uma forma mais leve da patologia clínica e a fase crônica mais grave que a anterior que pode ser classificada como indeterminada, cardiodigestiva, digestiva e cardíaca.

Barbeiro Doença de Chagas
Barbeiro Doença de Chagas

Como abordado anteriormente a patologia clínica é transmissível e hoje falaremos das formas de contágio e transmissão. A doença de chagas é transmitida a nós pelo barbeiro, que pode ser facilmente encontrado em locais próximos a fontes de alimento tão como amontoados de lenha, fendas e frestas de nossas casa.

Se você deseja manter estes insetos longe da sua residência o indicado é investir na aplicação de inseticidas residuais, trabalho este que deve ser executado por uma equipe de sua confiança. Outra boa alternativa que você pode adotar é a aplicação de mosquiteiros nas janelas e outras eventuais portas de entrada.

Bom, adiantamos inicialmente que a doença de chagas é transmissível e vamos as suas formas de transmissão.

Transmissível De Várias Maneiras

A doença de chagas é transmitida a nós de diversas maneiras, por meio vetorial, por meio vertical, por meio transfuncional, por meio acidental e também por meio oral. Cada uma delas apresenta um tempo de incubação diferente de acordo com o tipo de transmissão. Por tempo de incubação estamos mencionando o tempo demandado entre a exposição ao agente causador, o parasita T. cruzi e o aparecimento dos primeiros sintomas.

O tempo de incubação por meio vetorial (a transmissão vetorial é a mais conhecida por nós e diz respeito ao contato com as fezes infectadas do inseto) é o mais rápido dentre os outros e os primeiros sintomas aparecem entre quatro a quinze dias a contar da exposição. O tempo de incubação da transmissão por via oral ou acidental é de em média vinte dias. A transfuncional é a que apresenta o tempo de incubação mais longo, os primeiros sintomas aparecem com pelo menos trinta dias podendo atingir até os quarenta dias.

Transmissão da Doença de Chagas
Transmissão da Doença de Chagas

Vamos explicar agora cada uma das possíveis formas de transmissão. A vetorial como dissemos anteriormente é a forma mais conhecida por nós. Podendo ser sintetizada como o contato direto com as fezes do barbeiro infectadas pelo parasita T.cruzi. A transmissão oral advém do consumo de alimentos infectados igualmente pelo mesmo parasita. A contração da doença por meio acidental como o próprio nome sugere é resultado do contato de feridas ou mucosas com o T. cruzi. A transfuncional é a contaminação por meio de doação de sangue contaminado ou de órgãos no mesmo estado.

Vale uma pequena explanação aqui, as fezes do barbeiro habitualmente são deixadas em nossa pele quando o inseto nos pica. Como a picada do barbeiro coça o simples ato de coça-la facilita a entrada deste perigoso parasita em nosso organismo.

Complicações E Tratamento

Para que o tratamento contra a doença seja eficaz é necessário que a patologia seja diagnosticada o mais cedo possível. Na fase aguda os sintomas mais comuns são a febre, o mal estar, a fraqueza, o inchaço dentre outros. É justamente na fase inicial, aguda, que o tratamento se concentra fundamentalmente na eliminação do parasita. Ainda nesta fase o T. cruzi está circulando na corrente sanguínea e os medicamentos utilizados são antiparasitários.

Na fase crônica, entretanto, o foco do tratamento medicamentoso é barrar a evolução de um quadro mais grave e no tratamento dos sintomas causados pela doença.

Ainda na fase crônica é possível que haja a degeneração do sistema cardíaco o que pode culminar em insuficiência cardíaca. Neste caso o problema é tratado especialmente com medicamentos para insuficiência. Ainda que o tratamento medicamentoso seja indicado para a sua situação em específico nunca realize a automedicação, isso porque apenas um profissional capacitado na área da saúde pode determinar o melhor medicamento, a dose correta e o tempo de uso. Para a doença de chagas especialmente a automedicação é ainda mais contraindicada uma vez que os medicamentos utilizados podem acarretar sérios efeitos colaterais.

A Doença De Chagas E Algumas Curiosidades

Depois do investimento massivo em programas de combate e controle iniciados em 1970, trinta e seis anos depois o Brasil recebeu o certificado de interrupção da transmissão por meio do Triatoma infestans, principal causador da doença pelo contágio de modo vetorial. Este entretanto não impede que nos dias atuais enfrentemos casos de surto de chagas. Isso é uma realidade enfrentada pelo estado do Pernambuco. Recentemente cerca de quarenta pessoas que participaram de um retiro religioso teriam sido diagnosticadas com a doença em fase aguda. Também recentemente uma outra família teria sido internada após contraírem a doença de maneira oral ao ingerir um açaí contaminado.

Não há vacina contra doença de chagas e desta forma a melhor maneira de prevenir problemas indesejáveis é evitar a proliferação do barbeiro, hospedeiro do parasita causador da doença.

Para você que pensa em ainda mais proteção adote periodicamente o uso do repelente, além de manter o barbeiro longe de você e de quem você ama pode afastar outros terríveis insetos hospedeiros e transmissores de uma série de outras doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *