Home / Informações / Filhotes de Animais Fofos e Engraçados

Filhotes de Animais Fofos e Engraçados

Impossível não se encantar com essas pequenas criaturas que têm em si uma mania de atrair olhares e arrancar risos por suas maneiras meio desajeitadas de comportar. Contar com a presença de um filhote em sua casa, é acrescentar uma pitada de doçura ao seu dia a dia e se apegar a um ser, dedicando-se a ele, com a garantia de sempre que voltar para a casa, ele estará por lá para te receber.

Filhotes de Animais Fofos
Filhotes de Animais Fofos

A maneira de adquirir um desses pequenos seres pode ser variada: sendo presenteado, comprando em pet shops, em locais específicos para adoção de bichos, enfim, se você estiver interessado em estar em excelente companhia, busque, assim que for possível, nos lugares mais adequados, com garantia de o local cuida tanto no trato quanto da saúde do animal. Contudo, existe a necessidade de se pense muito antes de fazer qualquer aquisição, afinal, muitas vezes motivados pelo calor do momento ou pelo encanto que tais criaturas costumam despertar, as pessoas os levam, os enche de carinho e atenção, mas se esquece de que ele não ficará daquele tamaninho pelo resto da vida. É importante que não se esqueça de que um filhote cresce, mas, ao contrário do ser humano, sempre será depende de seus cuidados, que não são poucos.

Por Que Adquirir um Filhote?

  • Quando se tem uma criança em casa, as vantagens de se ter um animal crescem de forma exponencial, afinal cuidar de um filhote requer cuidados e responsabilidades de cuidar do banho, da limpeza de seu espaço e da alimentação, o que desenvolve também a autonomia.
  • Ter um filhote também pode ser excelente para que se aprenda a desenvolver relações sócio-afetivas e habilidades motores, principalmente por meio do contato direto e do carinho.
  • Para quem tem uma rotina diária muito agitada, não há melhor remédio do que chegar em casa e se distrair brincando com seu animalzinho. Ao contrário do que pode se pensar em primeiro plano, um filhote não será mais uma preocupação ara o seu dia, o simples fato desenvolver atividades como passear, jogar a bolinha para que ele busque ou mesmo sentarem juntos no sofá, diminui a pressão arterial, reprime a ansiedade e é um alívio para o stress sofrido durante todo o dia de trabalho ou outras atividades, além de ser uma excelente companhia para as pessoas que vivem sozinhas.

Quais os Cuidados Necessários?

Receber um filhote em casa é como receber um novo membro da família. Ele participará das atividades diárias, necessitará de atenção e algum cuidado principalmente para se adaptar ao local e à família. A via da adaptação é de mão dupla, ou seja, a família também precisa de um tempo para se organizar, dividir as tarefas e entender como se comporta o novo membro. Observe, então, alguns cuidados que devem ser tomados para qualquer espécie de filhote:

  • É preciso saber quais alimentos fazem parte de sua dieta. A maioria se alimenta com ração, mas elas estão disponíveis no mercado aos milhares, variando de espécie para espécie, tipos de nutrientes, sabores, por idade ou fases e com determinadas finalidades – para saber mais sobre o tipo de alimentação de cada espécie e porte de animal, vale a pena questionar sobre isso tanto no local onde o animal foi adquirido, quanto no veterinário escolhido para tratar dele ou em sites especializados. Sabendo disso, deve-se observar se o animal se adaptou a ela ou a rejeitou, o que muito notório é fácil de ser percebido, basta observar se o filhote comeu ou não a porção que foi posta para ele.
Cuidar de Filhotes
Cuidar de Filhotes
  •  Delimitar e organizar o espaço do animal também é muito importante. Isso pode levar certo tempo quando se tratar de gatos, cães e outros mamíferos. Os cães, por exemplo, costumam sentir a falta de sua mãe e irmãos, levando-os a chorar e resmungar durante a noite até por semanas. E para suprir essa falta, muitos donos principiantes costumam encher o local reservado a ele com bichos de pelúcia – técnica que são eficientes em alguns casos – e outros os leva para cama, o que não é nada aconselhável, pois eles podem se acostumar com a situação e nunca mais querer abandonar o local quente e aconchegante. Muitos acreditam que na cama com o dono, eles param de choram por causa de haver uma companhia, mas isso é um erro. O lugar fica confortável por causa do calor, logo, para dar fim aos choros noturnos, basta colocá-lo em sua caminha junto a uma bolsa de água quente e, somente nas primeiras noites, esperá-lo dormir.
Cuidar de Filhotes de Gato
Cuidar de Filhotes de Gato
  • Faz parte da delimitação do espaço o fato de separar seus objetos pessoais, principalmente se na casa houver outros animais além dele. As tigelas de comida e de água devem ser individuais para não ocorrer a transmissão de doenças.
  •  O local onde eles ficam – seja gaiola, aquário ou canil – deve ser higienizados com certa periodicidade, da mesma forma que se deve proceder a higienização do próprio filhote. Mas muito cuidado quanto a isso, higienizá-lo não significa necessariamente dar banhos diários.

Cachorro

O banho deve ser dado a cada 15 dias, com produtos destinados a eles (sabonetes ou shampoos), sem deixar que ele se seque naturalmente, mas sai com a ajuda de toalhas ou secadores, para evitar a proliferação de fungos.

Filhote de Cachorro
Filhote de Cachorro

Coelho

Uma das vantagens que se vê neste animal é que ele mesmo faz sua higiene, e que é importantíssimo não dar banhos nele, evitando que nele proliferem fungos. Contudo, sua gaiola deve ser higienizada, pelo menos uma vez por semana.

Filhote de Coelho
Filhote de Coelho

Gato

Após receber a última dose de seu ciclo de vacinação, o gato pode receber o seu primeiro banho, no qual deve ser usado produtos específicos para gatos ou sabão neutro (usado em bebês) ou sabão de coco. O banho pode ser feito mensalmente, mas anda impede de que sejam dados a cada 15 dias, contanto que se tome cuidado com os ouvidos, que devem ser sempre protegidos.

Filhote de Gato
Filhote de Gato

Tartaruga

Se for de espécie aquática, deve-se trocar a água a cada 15 dias, ou menos. Quando for terrestre, trocar a areia da caixa, com a mesma frequência.

Filhote de Tartaruga
Filhote de Tartaruga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *