Home / Informações / Tudo Sobre Aves e Pássaros: Características

Tudo Sobre Aves e Pássaros: Características

Ossos pneumáticos, corpo coberto por plumagem, bolsas de ar que inflam e facilitam a permanência no ar e uma habilidade invejável: a de voar. Assim são as aves, ou melhor, a maioria delas, já que como você verá adiante, existem algumas que não podem voar, mas ainda são consideradas aves, mas ao contrário do que alguns pensam, nem todas as aves são pássaros. Araras, garças e tucanos normalmente são denominados como sendo pássaros, erro que é comumente visto até mesmo na televisão em programas sobre animais.

Aves e Pássaros
Aves e Pássaros

Para um animal seja considerado ave, é necessário que ele seja vertebrado e tenha o corpo provido de penas, os pássaros também são aves, mas são de um grupo zoológico mais específico, que é o dos Passeriformes. As principais características destes são: pés com três dedos voltados para frente e apenas um para trás, unha do dedo posterior mais forte que a dos anteriores, tarsos isentos de penas e bico desprovido de membrana na base.

Avestruz 

Essa ave é incapaz de voar por ser extremamente pesada, ela pesa em média 130 kg quando adulta, mas seu peso não é sinônimo de incapacidade, já que pode atingir velocidades de 96 km/h correndo. À primeira vista isso não por ser grande coisa, já que há animais que chegam a velocidades ainda maiores, mas o diferencial da ave está em sua resistência. Animais como as chitas podem atingir até 120 km/h, mas se esgotam quase que instantaneamente, enquanto os avestruzes são capazes de manter essa velocidade por até 30 minutos.

Suas garras na ponta das asas podem ter força o suficiente para perfurar órgãos e seu joelho também se dobra para frente durante o chute, garantindo uma força para frente de 140 kg/cm², o que é quase três vezes mais forte que o chute de um pugilista profissional peso pesado, que pode bater com cerca de 56 kg/cm².

Ave Lira 

Ela é a maior imitadora de áudio de todo o mundo, capaz de copiar a melodia do som de outros pássaros e também sons como alarmes e freadas de carro, equipamentos de construção, cães latindo, instrumentos musicais, tiros, serra elétrica e até mesmo pessoas. Ela possui o conjunto de cordas vocais mais avançado do mundo, fato que é impressionante se levarmos em consideração que ela não possui lábios para moldar o som e também por ser um pássaro.

Sua memória também é admirável, como o caso da canção de uma ave-lira que foi gravada e enviada para Norman Robinson, um estudioso que descobriu que o pássaro estava cantando duas músicas populares de 1930 ao mesmo tempo. 

Coruja 

As corujas possuem a melhor visão noturna entre todos os pássaros, podem girar a cabeça 360° e possui um rosto com padrão circular de penas, que atua como uma antena parabólica. Uma coruja pode ouvir um rato pisar num galho a 22 metros de distância e esse incrível audição associados ao senso de elevação de som, que também possuem, faz com que elas possam detectar a altura de onde o som está emanando, o que infere a ela a capacidade de identificarem com exatidão a localização da presa, tão precisa que podem até fazer correções de curso durante o vôo para atacarem sua vítima.

Não acaba por aí, suas serrilhas especiais lhe permitem voar silenciosamente e sua ótima relação asa-carregamento permite que possa voar em velocidade extremamente lenta, caso haja necessidade, ou então carregar grandes cargas.

Harpia 

A harpia é uma das mais temíveis aves até então conhecidas, sua mordida envergonha as mandíbulas de um cão feroz, com uma pressão de esmagamento incrível de 37 kg/cm², enquanto a de um homem médio a pressão de aproximadamente 4 kg. A mordida de um cachorro comum chega a 22 kg por cm², já a de um lobo a 28 kg por cm².

Suas garras têm  o mesmo tamanho que as de um urso pardo, e seu bico afiado seria capaz de fazer um samurai japonês pendurar suas armas de tanta vergonha. O hobby dessa ave é esmagar crânio de macacos, o que é suficiente para fazer com que tenhamos medo dela.

Ganso Patola 

Essa ave é um verdadeiro kamikaze que viveria uma vida semelhante à outras aves marinhas se não fosse sua habilidade especial.  As aves marinhas tendem a voar alto para fisgar sua presa, mas diferentemente das outras aves, ela não se preocupa com coisas como segurança pessoal ou velocidade terminal, atingindo velocidades de até 144 km/h. A essa velocidade, o impacto com a água é muito parecido com colidir com um bloco de cimento.

Seu crânio extra-grosso impede funciona como um capacete e impede que a colisão a afete de modo destrutivo. Ela ainda compensa com airbags especiais na região do pescoço que podem ser inflados à vontade para absorver impactos que matariam qualquer outro animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *