Home / Informações / Tudo Sobre Camundongos: Características e Reprodução

Tudo Sobre Camundongos: Características e Reprodução

O  camundongo, também conhecido como rato doméstico, é um mamífero roedor pertencente à família Muridae e à espécie Mus musculus. Atualmente, é um dos roedores mais difundidos em todo o mundo, mas a espécie pode ter sido originalmente distribuída da região do Mediterrâneo para a China, tendo se espalhado por todo o mundo, principalmente em viagens de navios. O camundongo é uma espécie cosmopolita, sendo encontrada em todos os continentes, exceto na Antártica.

Camundongos 
Camundongos

Características Dos Camundongos 

Os camundongos são pequenos, apresentando de seis a 10 cm de comprimento e suas caudas longas e nuas apresentam quase o mesmo comprimento do seu corpo. Apresentam uma pelagem curta e macia, com tonalidades que vão do marrom ao preto, também incluindo cores mais claras, como branco e cinza. Também são animais muito leves, variando de 12 a 30 gramas.

Os camundongos apresentam excelente visão e audição e um olfato apurado. Eles usam feromônios e outros odores para se comunicar uns com os outros sobre dominância social, composição familiar e prontidão reprodutiva. Foi recentemente descoberto que os camundongos machos produzem canções ultrassônicas complexas em resposta aos feromônios sexuais femininos.

Habitat, Hábitos e Alimentação Dos Camundongos

Os camundongos são encontrados, principalmente, nas grandes cidades, vivendo como um comensal do homem. Essa espécie se adaptou a uma grande variedade de condições ambientais, está em íntima associação com humanos e é encontrada em casas, campos cultivados, estufas e até mesmo áreas arborizadas. Devido à sua associação com os seres humanos, os camundongos foram capazes de habitar áreas bastante inóspitas, tais como a tundra e o deserto.

Em ambientes naturais, os camundongos normalmente podem ser encontrados em rachaduras em rochas ou em tocas subterrâneas que consistem em uma complexa rede de túneis, câmaras para nidificação e armazenamento, e três ou quatro saídas. Em associação com os seres humanos, a espécie costuma se abrigar atrás de vigas, pilhas de madeira, áreas de armazenamento, ou qualquer lugar próximo a uma fonte de alimento. Os camundongos apresentam hábito majoritariamente noturno, embora alguns animais permaneçam ativos durante o dia no ambiente doméstico. A espécie é considerada veloz, uma boa alpinista, saltadora e também nada bem. Apesar disso, raramente dispersam mais de 15 metros da área estabelecida como habitat.

Camundongos Características
Camundongos Características

O camundongo é geralmente considerado um animal territorialista e colonial quando em associação com os humanos. No entanto, a territorialidade não é tão pronunciada em condições de ambientes naturais. Os machos dominantes constroem um território que inclui um grupo familiar formado por ele, várias fêmeas e seus filhotes. Ocasionalmente, alguns machos subordinados podem ocupar o território ou os machos podem compartilhar territórios. As fêmeas do camundongo estabelecem uma hierarquia dentro dos territórios, mas são muito menos agressivas que os machos. A agressão dentro de grupos familiares é rara, mas todos os indivíduos em um território defendem uma área contra indivíduos de fora do grupo. Os camundongos mais jovens geralmente são obrigados a se dispersar quando agressões adultas ocorrem, embora alguns possam permanecer nas proximidades de seus pais.

Camundongo em Pesquisas
Camundongo em Pesquisas

Em seu ambiente natural, os camundongos apresentam um hábito alimentar onívoro e bastante variado, incluindo muitos tipos de matéria vegetal, como sementes, raízes, folhas e caules e, quando disponível, matéria animal, como insetos nas formas larvais e baratas, além de carniça. Quando habitando o ambiente doméstico, o camundongo consome qualquer alimento humano que seja acessível, até mesmo cola, sabão e outros materiais domésticos. Quando abundantes, os camundongos podem consumir grandes quantidades de grãos, tornando esses alimentos indisponíveis para outros animais. Os camundongos podem apresentar um papel ecológico, embora em menor grau, ao predar insetos e controlar suas populações. A espécie é predada por muitos pequenos vertebrados, sendo uma importante fonte alimentar de felinos, raposas, doninhas, furões, mangustos, lagartos e até animais maiores como cobras, falcões e corujas.

Reprodução Dos Camundongos 

Os camundongos apresentam um elevado potencial reprodutivo, sendo capazes de se reproduzir muito velozmente, de forma que as populações podem se recuperar rapidamente da predação. A espécie apresenta um sistema poligínico de acasalamento e a reprodução ocorre durante todo o ano, embora os animais selvagens possam ter uma estação reprodutiva. As fêmeas apresentam um cio com duração de quatro a seis dias. O potencial reprodutivo pode ser observado nas características hormonais das fêmeas, pois entre 12 e 18 horas após o parto elas já passam por um novo cio. Esses animais constroem ninhos dos mais variados materiais, como tecidos, papel ou outras substâncias moles e os misturam com material triturado mais fino.

Camundongos Filhotes
Camundongos Filhotes

As fêmeas geralmente têm de cinco a 10 ninhadas por ano, se as condições forem adequadas, mas até 14 já foram relatadas. A gestação tem duração de 19 a 21 dias, mas pode ser prolongada por vários dias se a fêmea estiver amamentando uma ninhada anterior. As ninhadas consistem de três a 12 filhotes, que nascem nus e cegos. Os filhotes adquirem pelagem 10 dias após o parto, abrem os olhos aos 14 dias e são desmamados após três semanas, permanecendo no ninho até este momento. Posteriormente, os camundongos mais jovens deixam o território de sua mãe, embora as fêmeas possam permanecer nas proximidades. O camundongo atinge a maturidade sexual em torno de cinco a sete semanas e a expectativa de vida média é de cerca de dois anos quando em cativeiro, como animal de estimação, mas, na natureza, a maioria não vive além de 12 a 18 meses. Se bem tratado como um animal de estimação, o camundongo pode viver até cinco anos.

Relação Dos Camundongos Com o Homem

Os camundongos são considerados pragas agrícolas em algumas áreas, além de consumirem e contaminarem com seus excrementos os alimentos humanos armazenados. A espécie também destrói madeira, móveis, estofados e roupas, além de contribuírem para a disseminação de doenças como tifo, leptospirose, peste bubônica, salmonelose, raiva, sarnas, triquinose, coriomeningite linfocítica, micoplasmoses, hantavirose, dentre outras. A transmissão dessas doenças aos seres humanos pode se dar diretamente, por meio do manuseio de camundongos vivos ou mortos, ou então do contato com fezes, urina ou saliva e por meio das mordidas desses animais. Indiretamente, outras doenças também podem ser transmitidas aos humanos, através de pulgas, carrapatos ou ácaros que se alimentaram do sangue de um camundongo infectado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *